top of page

Dia da Doação de Sangue: conheça a importância do ato e quem pode doar


A doação de sangue continua a ser uma peça fundamental na manutenção da saúde de muitas pessoas, ajudando inclusive a salvar vidas. Em 2022, o Maranhão registrou 88.407 doações de sangue realizadas. Em todo o país, porém, apenas 1,4% da população doa sangue de forma regular.


A professora e coordenadora do curso de Biomedicina do Centro Universitário Estácio São Luís, Raquel Pontes, explica que um indivíduo pode, com uma única doação, salvar até quatro vidas. Além disso, ela desmistifica o medo da agulha. “O receio permeia a mente de muitas pessoas, mas o ato é bem simples. Basta que você se direcione ao hemocentro da sua cidade, que no caso do Maranhão é o Hemomar. Lá, você receberá todas as orientações, vai passar por uma triagem clínica com uma equipe multidisciplinar de saúde, então você terá toda a assistência e estará seguro”, afirma.


No Brasil, pessoas saudáveis com idades entre 16 e 69 anos podem contribuir para essa causa nobre. Entretanto, é necessário que o doador tenha um peso mínimo de 50 kg e esteja em boas condições de saúde.


A professora reforça, ainda, o alerta para o baixo estoque nos hemocentros. “Nos meses de novembro e dezembro, os estoques ficam muito baixos, então precisamos conscientizar cada vez mais pessoas para que se disponibilizem a realizar esse ato de amor. Sem uma oferta constante de doações, a capacidade de responder a emergências médicas e manter os estoques necessários para a rotina hospitalar fica comprometida”, ressalta Raquel.


Para garantir a saúde dos doadores, é essencial respeitar os intervalos mínimos entre as doações. É recomendável que homens doem sangue a cada 60 dias, enquanto mulheres devem aguardar pelo menos 90 dias entre as doações.


“Então, ao considerar a doação de sangue, lembre-se: seu gesto pode fazer a diferença na vida de alguém em necessidade. Ajude a fortalecer esse gesto, doe sangue”, reforça a profissional.

Comments


bottom of page